6 Filmes na Netflix tão quentes quanto 50 tons

Está chegando o capítulo final da famosa trilogia “Cinquenta tons”. Embora as críticas para os dois primeiros não tenham sido das mais “adoráveis”, ainda assim, a trilogia desperta um intenso furor. Também, pudera, o livro trouxe um cenário bem mais quente aos livros e como consequência dessa novidade eles saíram das páginas e foram para as telonas.

Por conta da proximidade da data, o trailer de “Cinquenta tons de liberdade” está causando muita ansiedade. Afinal, como termina a história de Ana e Christian? Enquanto a estreia não chega, seria bom um “esquenta”, não é mesmo?

Pensando nisso, separamos alguns filmes tão quentes quanto ou até mais que Cinquenta tons. O melhor: tem tudo na Netflix!

Cinquenta tons de cinza (2015)

O livro que originou a onda da literatura adulta e também o primeiro que virou filme. Anastasia Steele é uma estudante de literatura de 21 anos. Ela conhece o bilionário Christian Grey ao fazer uma entrevista para sua amiga Kate Kavanagh. Ela vê nele um homem atraente e brilhante, e ele fica igualmente fascinado por ela. Embora seja sexualmente inexperiente, Anastasia mergulha de cabeça nessa relação e descobre os prazeres do sadomasoquismo, tornando-se o objeto de submissão do controverso Grey.

Terapia do prazer (1997)

Joseph e Maria estão casados há seis meses e Maria ainda não teve nenhum orgasmo com seu marido. Eles começam a visitar separadamente um terapeuta sexual, o misterioso Doutor Baltazar, atrás de conselhos para melhorar seu casamento. Assim eles mergulham nos prazeres do sexo tântrico.

Ninfomaníaca – Volume I e II (2013)

Ninfomaníaca é um filme de drama dinamarquês escrito e dirigido pelo polêmico Lars von Trier. O longa conta a história de Joe (Charlotte Gainsbourg). Ela é encontrada machucada em um beco por um homem mais velho, Seligman (Stellan Skarsgard), que lhe oferece ajuda. Ele a leva para sua casa, onde possa descansar e se recuperar. Ao despertar, Joe começa a contar detalhes de sua vida para ele. Ela assume que é uma ninfomaníaca e narra suas das aventuras sexuais. Não pense que vai encontrar um filme erótico, é bem sexual, mas um sexual sofrido.

Branquinha (2016)

Uma jovem universitária em busca de aventuras no verão de Nova York acaba encontrando bem mais adrenalina do que havia planejado. Segue o clichê: sexo, drogas e rock´n´roll, mas vai além; traz discussão à questão do privilégio branco.

Infidelidade (2002)

O filme é um drama erótico. O casamento de Edward e Connie caiu na rotina e enfrenta um crise. Entretanto, ela vê a oportunidade de sair do marasmo e se entregar aos seus desejos ao conhecer um belo francês. Quando descobre que está sendo traído, Edward entra em um acesso de fúria e mata o amante de Connie. Este ato faz com que surja uma paixão única, fazendo que se tornem cúmplices no assassinato e, assim, possam recomeçar.

Shame (2011)

Brandon é um publicitário apático de 30 e poucos anos, bem-sucedido e solitário, que não pensa em manter um relacionamento com ninguém. Entretanto, seus problemas de relacionamento são resolvidos durante o sexo, aliás, sua vida se resume à busca do prazer sexual. Porém, sua rotina muda com a chegada da irmã Sissy, que chega para morar com ele.

Extra! Extra! Extra!

Na arte do sadomasoquismo #ficaadica: Secretária (2002), com Maggie Gyllenhaal e James Spader (de Blacklist mesmo!).

Comentários

Comentários

Thais Guimarães12 Posts

Uma pessoa apaixonada: séries, filmes, música, mundo geek e casamento, comida boa, vinhos e café. Sou também do @noiveicasei, me segue lá.

Login

Welcome! Login in to your account

Remember meLost your password?

Don't have account. Register

Lost Password

Register